Informagno | Gestão em TI

Pagamento via WhatsApp: como fazer, segurança e cuidados!

Após a chegada do Pix como um prático meio de transferir dinheiro, agora é possível utilizar o WhatsApp para realizar transações. Essa função chama a atenção por não cobrar taxas para enviar ou receber dinheiro, podendo servir, também, como um cartão pré-pago, de débito ou múltiplo de débito.

Contudo, para realizar um pagamento via WhatsApp é necessário ter alguns cuidados. É preciso que as pessoas tenham atenção redobrada e siga procedimentos básicos de segurança para não cair em nenhum golpe digital, pois aplicativos de mensagens são umas das formas mais usadas para disseminar armadilhas no Brasil.

Diante disso, preparamos este post para que você saiba como fazer e quais cuidados tomar na hora de realizar pagamentos via WhatsApp. Continue lendo!

O que é pagamento via WhatsApp

Com acesso liberado em smarthphones com sistemas Android e iOs, essa função possibilita a realização de transferências bancárias por meio do próprio aplicativo. Assim, esse novo método visa simplificar a vida dos usuários que precisam fazer pagamentos de forma rápida e prática.

Agora, pessoas e empresas podem enviar e receber transferências pelo aplicativo, utilizando o Facebook pay. Para os usuários que desejam contar com essa nova aplicação, basta credenciar o número de telefone que esteja vinculado ao WhatsApp. Após isso, você deve configurar um cartão de crédito ou débito de uma instituição que seja associada ao Facebook Pay. Depois é preciso apenas inserir uma senha numérica de seis dígitos como medida protetiva.

Essa fase de cadastramento é fundamental, pois apresenta o objetivo de salvar suas informações em um banco de dados central — mesmo ambiente que capta elementos para realizar a cobrança de links patrocinados no Facebook ou Instagram.

Hoje em dia, algumas empresas são parceiras do Facebook nessa nova modalidade de transação de capital. Podemos citar o Banco do Brasil, Nubank, Banco Inter, Itaú, Bradesco, Next, Mercado Pago, com as bandeiras Visa e Mastercard. Em relação às transferências, elas podem ser feitas com cartões de débito.

Limite diário de transferências

As pessoas que aderirem a esse método de transação podem realizar até 20 diariamente, desde que não ultrapasse o valor de R$ 1.000,00. NO decorrer de um mês, essas transferências apresentam o limite de R$ 5.000,00.

Dessa forma, além da simplicidade de realizar pagamentos online, outro ponto a se destacar da transferência via WhatsApp é que não existe cobrança de tarifas nas transações entre contas pessoais, nem em pagamentos de compras feitas em negócios que tenham conta no WhatsApp Business

Para as companhias que estejam cadastradas nessa modalidade, não existe limite quanto aos valores de transações. No entanto, o aplicativo cobra uma taxa de processamento por vendas da empresa, que é estipulada em 3,99%.

O que fazer para se proteger nesse tipo de transação

Apesar de não existir uma criptografia de ponta a ponta — como acontece nas mensagens —, o aplicativo diz que as informações serão armazenadas e criptografas por meio de uma solução avançada que trabalha em rede separada da conta do usuário.

O fato de não existir criptografia de ponta a ponta é por conta de os bancos também necessitarem de acesso aos dados para que as transações sejam realizadas. Em situações que envolvam pagamentos, a criptografia ocorre nos servidores do WhatsApp para os números bancários e de cartões cadastrados.

Todos os processos de segurança trabalham no plano de fundo. Para quem utiliza o sistema de pagamento do aplicativo, o procedimento é mais fácil, pois, assim que houver o cadastro de pagamento no WhatsApp, é preciso gerar um PIN de seis dígitos para efetuar cada transação.

É fundamental que os usuários entendam que esse código jamais deve ser compartilhado com terceiros. Com ele, qualquer pessoa é capaz de acessar sua conta e fazer transações bancárias cadastradas.

Assim, para aplicar outra medida de proteção, é interessante que os usuários habilitem a autenticação das transações por meio de biometria além do PIN.

Dicas para evitar fraudes

A apreensão de algumas pessoas ultrapassa o limite da privacidade, já que o Facebook terá acesso a dados essenciais dos usuários. Outra questão é quanto ao aumento da quantidade ou tentativas de golpes ao utilizar essa nova função do WhatsApp.

Com transações de até mil reais por dia, certamente haverá criminosos virtuais em busca de facilidade. Eles entrarão em contato com as vítimas se passando por instituições bancárias ou outras pessoas, solicitando transferências, por exemplo, e isso deve ser evitado.

Além do mais, há o risco de clonagem, por meio do SIM swap — método que permite a instalação de sua conta no aplicativo em outro smartphone. Isso permite que o criminoso tenha acesso aos dados das vítimas e isso pode se tornar um problema para quem realiza transações pelo WhatsApp. Sendo assim, confira algumas dicas de como evitar esse tipo de situação e não ter prejuízos.

Não utilize um PIN simples

É preciso evitar a utilização de um código muito óbvio, como as sequências numéricas, ou mesmo números comuns como a data de nascimento ou telefone. No momento em que um cibercriminoso consegue fraudar sua conta no aplicativo, provavelmente ele terá acesso a essas informações.

Faça uso de senhas ou biometria para desbloqueio de celular

É importante que os aparelhos celulares estejam protegidos com algum tipo de autenticação, seja um padrão de desenho, senhas numéricas ou a biometria. Nesse caso, você deve considerar a mesma do PIN, pois um simples desenho ou senha fácil se torna óbvio para criminosos.

Imagine a forma como você desbloquearia o celular de um terceiro, quais números ou padrões ele utilizaria e, com isso em mente, defina sua senha. Além disso, evite repetir a mesma senha para todas suas utilidades, como e-mails, redes sociais, desbloqueio de smartphone etc., já que se a senha for descoberta, será possível acessar várias outras aplicações.

Insira a ativação em duas etapas

Esse tipo de verificação é bastante recomendado como modo de segurança opcional. Essa prática garante que um código numérico de 6 dígitos seja cobrado toda vez que houver a instalação de uma conta em outro celular.

Assim, caso alguém conseguir transferir seu número para outro chip, será necessário digitar a senha no aparelho para realizar o login no WhatsApp. Lembre-se de que aqui também vale o cuidado de não criar senhas fáceis.

Ao longo do tempo de utilização do aplicativo, ele poderá exigir a senha para verificar o acesso à conta. Se a pessoa não se lembrar mais do código, é possível recuperar ao enviá-la para o e-mail cadastrado. Então, com uma importância similar ao da proteção do WhatsApp, você também deve proteger com senhas fortes seu e-mail.

Tenha desconfiança sobre pedidos ou ofertas

Como pagamentos pelo WhatsApp se tornaram bem simples e fáceis de fazer, é preciso que os usuários tenham uma atenção redobrada, mesmo com contatos os quais são conhecidos. Assim, para casos de pagamentos que tinham sido estipulados anteriormente, fica fácil saber que se trata de algo já combinado.

Porém, se algum amigo pedir dinheiro emprestado via aplicativo, por exemplo, é fundamental realizar a confirmação, como realizar uma ligação para o contato ou chamada de vídeo.

Instituições bancárias não utilizam o WhatsApp como meio de recebimento de quitação de dívidas. Não acredite em pessoas que dizem representar alguma companhia ou em promoções extravagantes. Geralmente, esses relacionamentos são criados via e-mails.

Busque contato com o banco se houver alguma suspeita

Caso você notar que ocorreu alguma ação suspeita, como notificações pelo aplicativo do banco ou transações no cartão, entre em contato rapidamente com sua instituição bancária para informar o que está ocorrendo.

Diferenças entre pessoas físicas e empresas

O primeiro ponto a diferenciar é quanto ao limite determinado para pessoas físicas. Após, a modalidade de pagamento via WhatsApp se difere na configuração para receber pagamentos pelo aplicativo. Para isso, é preciso que haja acesso ao Facebook Pay e uma conta Cielo.

Além disso, é essencial que se tenha o fornecimento das informações bancárias para receber os valores. Para quem não tem o Facebook Pay, é preciso clicar em “Configurações” no WhatsApp Business. Continuando, você deve selecionar a opção “Pagamentos – Serviços – Facebook Pay”. Aceite os termos de uso e conecte ou crie sua conta Cielo.

Ainda existe um procedimento de análise da conta bancária que gira em torno de 3 dias. A transferência dos pagamentos é realizada em até 2 dias úteis.

Importância do pagamento via WhatsApp para os negócios

Muitos são os benefícios de se adotar o novo recurso de pagamentos por meio de WhatsApp. Os pequenos negócios tendem a tirar melhor proveito dessa nossa modalidade, uma vez que amplia as possibilidades de fechar vendas. A causa é bem simples: com as transações feitas pela tela de conversas, existe a viabilidade maior do consumidor fazer uma compra por impulso.

As empresas ainda podem pagar fornecedores e constatar as informações das transferências. É possível visualizar os status e se certificar do acesso ao dinheiro devido à confiabilidade dos parceiros de pagamento do aplicativo. Ainda há outras vantagens de contar com essa ferramenta para transações comerciais. Veja, a seguir, algumas delas.

Praticidade

O usuário pode enviar e receber dinheiro no decorrer de uma conversa com outra pessoa. Para isso, há uma configuração prévia e, após o procedimento, o sistema estará apto para promover a transação financeira. É um modelo de checkout transparente, que foi bem recepcionado pelos consumidores.

Paralelo a isso, você dispensa a utilização de outros aplicativos sem perder a segurança, caso sempre seguir os procedimentos descritos anteriormente. Os processos se tornam mais fáceis e menos burocráticos, e a empresa contará com acesso ao dinheiro em um curto prazo.

Agilidade

Fica fácil concluir as operações financeiras com o aplicativo. A empresa pode comprar insumos do seu fornecedor e fazer imediatamente a transferência para que ele envie as mercadorias muito mais rápido. Além disso, essa modalidade permite que o negócio receba os valores dos clientes, fazendo com que seja uma preocupação a menos passar por possíveis calotes, que prejudicam sua gestão financeira.

Atuação em mais um canal

Existe uma transformação considerável para as pequenas empresas. Esse aplicativo já é consolidado pela sua atuação em troca de mensagens e agora ele está ganhando muito espaço como um canal de negócios. Se antes já era utilizado estrategicamente como um método de marketing digital e de fortalecimento do relacionamento com os clientes, agora há ainda mais opções.

Dentro da plataforma, o cliente verifica o catálogo de itens da empresa, opta pelo que deseja e realiza o pagamento sem sair da caixa de diálogo. Para quem gosta de comprar online e por delivery, essa é uma excelente oportunidade de simplificar ainda mais o dia a dia.

Possibilidades criadas pela transferência via WhatsApp

Você já parou para analisar as facilidades que essa função pode proporcionar para empresas e usuários? A seguir, confira dois negócios que podem ter vantagem com o uso desse aplicativo.

E-commerces

Um segmento bastante beneficiado com esse tipo de aplicação é o e-commerce. Plataformas como OLX e Mercado Livre, em que grande parte das operações acontece entre usuários, terão mais uma opção de transação comercial à distância de um clique.

Para pequenos negócios virtuais também é uma ótima opção, já que facilita a integração de suas operações. As grandes empresas precisarão esperar um pouco mais, por conta da limitação dos valores da transação.

Negócios locais

Pedir uma pizza, comprar um medicamento ou repor seu estoque de bebidas na geladeira, tudo isso se torna mais simples com o uso do pagamento via WhatsApp.

Tanto negócios quanto usuários serão beneficiados por esse recurso. Lojas de conveniência, distribuidoras e restaurantes, por exemplo, terão muito mais praticidade em promover transferências de modo fácil com o uso dessa função em uma aplicação bastante utilizada no Brasil.

Enfim, são várias as opções que o pagamento via WhatsApp oferece para as pessoas e para as empresas. Esse é um serviço digital que veio para revolucionar o mercado e oferecer maior conveniência para seus usuários. Porém, é preciso colocar em prática as medidas protetivas para que nenhum problema de segurança possa ocorrer ao realizar esse tipo de serviço.