Informagno | Gestão em TI

Mulheres na TI: tudo o que você precisa saber para iniciar na área

Há muito tempo, a tecnologia é uma indústria em que as mulheres estão sub-representadas, mas a boa notícia é que isso está finalmente mudando. No geral, o número de mulheres na Tecnologia da Informação está crescendo a cada ano. E embora ainda seja preciso algum progresso até que o número de mulheres na TI seja igual ao de homens, está se tornando menos comum ser a única mulher na sala.

Hoje, não só já é possível ver mulheres programando softwares, gerenciando arquiteturas de redes e lidando com a segurança da informação, como também elas estão presentes em cargos de liderança. É o caso, por exemplo, da CEO do YouTube, Susan Wojcicki, uma das mulheres mais influentes na TI da atualidade.

E se engana quem pensa que Wojcicki é uma exceção — com mais mulheres entrando no mercado de TI, chegar até lá está cada vez mais fácil. Pensando nisso, no artigo de hoje vamos dar algumas dicas de sucesso para as mulheres na TI, para que você saiba como iniciar na área e construir sua carreira em um mercado que oferece ótimos salários e benefícios! Vamos lá?

Mulheres na TI: as profissões de tecnologia do futuro

Há uma concepção no mercado de que as mulheres se interessam menos por trabalhos com tecnologia, e enquanto isso já foi provado não ser verdade, de fato pode haver uma falta de interesse pelo desconhecimento das carreiras que elas podem seguir nessa área.

Por isso, separamos abaixo as 7 profissões de TI do futuro, para servir de base para que você conheça as opções e veja que, sem dúvidas, uma delas será exatamente a sua cara. Veja só:

  • Desenvolvedor da Web: as desenvolvedoras da Web têm a tarefa de criar sites atraentes e fáceis de usar, tão rápidos quanto intuitivos. Elas colaboram com todos, desde desenvolvedores de back-end e designers gráficos a clientes e executivos;
  • Cientista de dados: a cientista de dados coleta, limpa, organiza e avalia os dados a fim de fornecer uma visão prática para os negócios. Ela também pode ajudar a construir modelos de aprendizado de máquina, algoritmos de inteligência artificial e mecanismos de recomendação em uma variedade de setores;
  • Gerente de Tecnologia da Informação: as gerentes de TI são responsáveis ​​por todos os aspectos da tecnologia de uma organização, portanto, muitas vezes garantirão que os programas de segurança cibernética estejam funcionando corretamente, desenvolverão planos de inovação de longo prazo para a empresa, gerenciarão as operações técnicas diárias e muito mais;
  • Desenvolvedor de software: o desenvolvimento de software envolve mais do que apenas escrever código. A programação é extremamente importante, é claro, mas as desenvolvedoras trabalham com usuários e colegas para resolver problemas complexos, encontrar maneiras de diferentes aplicativos trabalharem juntos, localizar e corrigir erros e otimizar os aplicativos existentes para novos sistemas e propósitos;
  • Analista de segurança da informação: as analistas de segurança da informação monitoram os sistemas de computador em busca de tudo e qualquer coisa que possa representar uma ameaça à segurança.Elas são responsáveis ​​por usar as ferramentas e programas de segurança fornecidos pela empresa para ajudar a prevenir, mitigar e reparar qualquer dano;
  • DevOps Engineer: a engenheira DevOps, como o nome abreviado indica, preenche a lacuna entre desenvolvedores e operações. Elas geralmente são encarregadas de automatizar processos, otimizar sistemas atuais, criar ferramentas para implantação e resolver problemas em vários ambientes (por exemplo, desenvolvimento, teste, produção);
  • Arquiteta da nuvem: mais e mais organizações de grande escala estão fazendo a migração para a computação em nuvem. As arquitetas de nuvem são responsáveis ​​por configurar todos os componentes necessários para armazenar e gerenciar dados em muitos servidores remotos. Isso pode incluir a configuração de componentes de back-end e front-end, proteção das redes, otimização de velocidade e eficiência e muito mais.

5 dicas para ter sucesso no mercado de TI

Independentemente da carreta de TI escolhida, existem algumas dicas que podem ajudar as mulheres na TI a ter sucesso e superar os obstáculos que ainda existem devido às questões de gênero. Abaixo, mostramos quais são elas!

1. Não deixe que o fato de você ser uma minoria te atrapalhe

No geral, as empresas de TI estão buscando mulheres para preencher suas vagas. Aqui mesmo na BHS temos parceria com a Programaria, uma iniciativa que busca motivar e ajudar mulheres a entrar no mercado de tecnologia, e com a Trybe, uma escola de programação que tem a diversidade como um dos seus pilares.

No entanto, infelizmente as mulheres ainda são minoria no setor, mas isso não deve desanimá-la. É importante que o fato de talvez ser a única mulher na sala não te intimide a dar sua opinião e mostrar quem é você. É muito melhor se concentrar no fato de que você é única e tem algo para contribuir. Em vez de se sentir deslocada por ser mulher em um ambiente dominado por homens, aproveite sua singularidade e ajude outras a fazerem o mesmo.

2. Seja o “tolo sábio”

Existe um paradoxo literário chamado de “the wise fool wisdom”, ou, em bom português, a sabedoria do tolo sábio. Ele diz que, quando você é um “tolo sábio”, você é sábio o suficiente para fazer perguntas e tolo o suficiente para não se importar se outras pessoas pensam que suas perguntas são idiotas. 

Como mulheres, muitas vezes estamos preocupadas com a forma como os outros nos percebem. Contudo, fazer perguntas, mesmo quando você acha que será julgada por fazê-las, pode realmente ajudá-la a seguir em frente com um projeto, fornecer informações valiosas que você teria perdido de outra forma ou desencadear uma conversa ou processo de pensamento que levará a resultados gratificantes. 

3. Não se subestime

Vários estudos mostram que as mulheres tendem a subestimar suas habilidades e os homens tendem a superestimá-las. Isso explica por que as mulheres não se candidatam a empregos para os quais não atendem a todos os requisitos, enquanto os homens se candidatam mesmo que atendam a apenas alguns deles. 

E enquanto a ideia aqui não é ser mais como os homens, é importante que você conheça seu valor e saiba aproveitá-lo. Assuma o controle do que você sabe e aproveite as oportunidades de mostrar suas habilidades. Ter confiança no que você faz tem um forte impacto no resultado final, e certamente o terá na sua carreira em TI.

4. Procure um mentor

É seguro dizer que as mulheres naturalmente gostam de se comunicar e construir redes de apoio. Portanto, faz sentido que mulheres de sucesso tenham mentores que as ajudam ao longo do caminho. Seja homem ou mulher, formal ou informal, você pode aprender muito tendo um mentor. 

Ter um mentor é uma boa dica tanto para mulheres quanto para homens na TI. O mentor ou a mentora poderá te guiar em suas escolhas de carreira e te ajudar a identificar oportunidades de crescimento. Além, claro, de te ajudar a construir um bom networking para encontrar novos caminhos.

5. Nunca pare de aprender

O mercado de tecnologia está em plena evolução. A cada ano, novas soluções e tecnologias surgem no mercado, e é seu papel se manter atualizada com aquelas que impactam o seu trabalho. Busque sempre a expansão contínua de seu conjunto de habilidades, aproveitando as oportunidades de aprendizado e desenvolvimento disponíveis.

E não se atenha somente a cursos voltados para conhecimentos técnicas. Você também pode buscar cursos de liderança, bem como cursos de negócios, marketing, além de treinamentos sobre como se comunicar melhor e fazer boas apresentações para um pequeno público.

Seguir uma carreira como mulher na TI pode ter seus obstáculos, mas, a cada dia, transpô-los fica ainda mais fácil.