Informagno | Gestão em TI

Líderes estão mais focados em melhorar a comunicação depois da Covid-19

Estudo indica que quase três quartos dos negócios baseados nos Estados Unidos estão repensando sua forma de trabalhar devido à pandemia de Covid-19.

Pesquisa da Avaya, especialista em soluções para aprimorar e simplificar as comunicações, mostra que as necessidades geradas a partir do trabalho remoto fizeram com que mudassem, também, algumas prioridades de negócios. Três em cada quatro entrevistados reportaram, por exemplo, estar mais focados na comunicação com os colaboradores.https://f772e68f3c241ad8e9d1cfb06f5d1d15.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O estudo Work from anywhere, que examina as mudanças nos negócios frente ao cenário atual, aponta que 58% dos entrevistados sentem que a atividade remota está permitindo que contratem colaboradores de maneira mais distribuída, e oito entre cada dez empresas estão se reorganizando para fornecer aos seus clientes e colaboradores experiências que propiciem novas maneiras de realizar suas atividades.

A pesquisa, conduzida em agosto de 2020, consultou 300 líderes de empresas e tomadores de decisão. Os resultados do estudo também refletem a realidade brasileira bem como a de outros países da América Latina.

Investindo no contato. Mesmo que virtual

De acordo com o estudo, três quartos dos negócios reportam estar focados mais na comunicação com os colaboradores desde o surgimento da Covid-19.

  • Dois terços (66%) das empresas de médio porte, aquelas entre 251 e 500 colaboradores, têm visto as tecnologias de colaboração e comunicação crescerem em prioridade em decorrência da Covid-19;
  • enquanto 57% dos negócios relataram algum tipo de esforço com comunicações remotas e fadiga.
  • Uma porcentagem menor disse que os colaboradores estão tendo dificuldades em se adaptar às novas tecnologias e ferramentas de comunicação disponíveis (32%).

De acordo com Simon Harrison, Vice-Presidente Sênior e Chief Marketing Officer da Avaya, o coronavírus acelerou os projetos de transformação digital e pôs foco nas experiências do cliente e do colaborador, que nunca foram tão importantes:

  • 72% das empresas estão revisitando seu modelo geral de negócios;
  • 80% estão repensando a experiência do cliente;
  • 77% estão examinando a experiência do colaborador;
  • e 75% estão repensando a abordagem de vendas.

A experiência remota também trouxe alguns desafios para as empresas e, segundo o estudo, elas estão focadas em investir em comunicação e colaboração.

Implementações para facilitar o diálogo

A maioria das respondentes (85%) disse que pensava que sua tecnologia estava preparada para o trabalho remoto. No entanto, muitos negócios tiveram que implementar novas tecnologias para melhorar os recursos de “trabalhe de qualquer lugar”

  • 65% adicionaram ferramentas de videoconferência;
  • 54% implementaram software de chat/mensagens;
  • 53% adicionaram ferramentas de colaboração de projetos;
  • 85% reportaram que planejam tornar as novas tecnologias que adotaram durante esse período uma adição permanente à sua infraestrutura tecnológica.

A pandemia também mudou as prioridades de adoção de tecnologias. Quase três quartos (71%) dos tomadores de decisão de tecnologia relataram a adoção mais rápida de novas tecnologias em suas organizações por causa da Covid-19.

A maioria das empresas também teve de mudar suas prioridades tecnológicas, com 52% aumentando o investimento em software de colaboração, índice que fica atrás apenas dos gastos com segurança, que aumentaram em cerca de dois terços dos negócios.

Empresas de médio porte viram as maiores mudanças em suas prioridades, o que inclui aumento em gastos com segurança (74%), colaboração (66%), software de contact center (59%) e rastreamento de contato (53%).

No geral, os proprietários e CEOs de empresas estiveram mais inclinados a dizer que a inteligência artificial teve aumento na prioridade (46%).

Fonte: computerworld