Informagno | Gestão em TI

Como proteger o Wi-Fi de sua casa de vizinhos intrometidos

Os jogos online com lags e delay, a imagem congela durante uma entrevista de emprego dos sonhos, o streaming de vídeo nem começa e já trava? Pode ser que seu roteador não consiga lidar com a carga, mas também pode ser que seus vizinhos estejam online a suas custas.

Penetras do Wi-Fi

Para descobrir se os invasores de banda larga estão roubando sua internet, você precisa verificar a lista de dispositivos conectados à sua rede. Isso pode ser feito nas configurações do roteador. Infelizmente, nem todos os fabricantes priorizam a acessibilidade dos dados, logo, em muitos modelos de roteadores, achar essa lista pode ser muito difícil. Uma opção alternativa é usar o mapa da rede doméstica e a Kaspersky Security Cloud. Essa ferramenta é simples e direta.

Nas configurações do roteador ou do Kaspersky Security Cloud, abra a lista de dispositivos conectados e verifique-a cuidadosamente. Se além dos telefones e laptops dos membros da família, da sua própria geladeira inteligente, TV, aspirador de pó etc., você vir um nome desconhecido, provavelmente outra pessoa está usando sua conexão.

Talvez o filho do vizinho descobriu que seu Wi-Fi é mais forte e agora está transmitindo batalhas Fortnite no Twitch. Ou alguém se mudou para o apartamento ao lado e, antes de conseguir sua própria conexão (se houver), está usando a sua para assistir a filmes. Isso é chato, é claro, mas isso não é perigoso, certo?

Pode apostar que é perigoso sim! Junto com a nova temporada de WandaVision , seu amicíssimo vizinho pode acidentalmente baixar malware, que tentará atacar seus dispositivos via Wi-Fi que você compartilhou involuntariamente. Se um Trojan baixado por um convidado indesejado entrar em sua rede, um invasor pode obter acesso a tudo o que você envia pela Internet, por exemplo, detalhes do cartão que você usou para pagar uma pizza ou documentos de trabalho confidenciais. Portanto, mesmo que você não se importe com uma conexão mais lenta, vale a pena expulsar os invasores da rede doméstica, permanentemente.

Como bloquear o acesso não autorizado à rede Wi-Fi

Em primeiro lugar, se por algum motivo ainda não o fez, defina uma senha para a rede. Se você fez, mas os estranhos ainda estão conectados, provavelmente é muito simples e alguém conseguiu decifrá-la. Torne a senha mais forte (observação: membros da família e refrigeradores inteligentes terão que se reconectar).

Seguindo no tema credenciais: altere o nome de usuário e a senha do painel de administração do roteador . Lembre-se de que as configurações de fábrica não são exclusivas – geralmente as mesmas combinações são usadas para milhares de unidades do mesmo modelo e, pior, são publicadas online. Portanto, deixar as configurações padrão do roteador inalteradas é um convite aberto aos hackers.

Desative o WPS . Este recurso simplifica o processo de autorização: para se conectar ao Wi-Fi usando-o, você só precisa pressionar / clicar / tocar em alguns botões especiais no roteador e no dispositivo ou inserir um PIN de 8 dígitos. O problema é que esse PIN curto é extremamente vulnerável a ataques de decifrar por meio da força bruta e pode ser inserido mesmo sem entrar no painel de administração. Na prática, isso significa que qualquer pessoa dentro do alcance da rede pode usar a força bruta do PIN em algumas horas. Ou até minutos, caso não tenha alterado as configurações de fábrica e use o código impresso no roteador.

Certifique-se de que a criptografia WPA2 esteja ativada nas configurações do roteador; isso irá proteger seus dados de serem interceptados.

Se você tiver um dos modelos de roteador mais recentes, provavelmente ele oferece suporte a WPA3, que oferece segurança ainda mais forte. Infelizmente, nem todos os dispositivos são compatíveis ainda. Se você tiver tempo e energia, pode experimentar; caso contrário, o WPA2 servirá para proteção básica. Você pode alterar o tipo de criptografia nas configurações do roteador.

Veja mais dicas de segurança no Wi-Fi doméstico.

O que fazer se o seu Wi-Fi ainda estiver lento

Então, você baniu os penetras, mas ainda assim a sua conexão está muito lenta. O mais provável é que o problema esteja em outro lugar: talvez as paredes do seu apartamento sejam muito grossas ou talvez muitos dispositivos estejam (legalmente) competindo por um lugar ao sol. Para resolver esses (e outros) casos, compilamos algumas dicas.

A maneira certa de compartilhar internet

E se as coisas não forem ruins assim? Nada trava, não há estranhos na rede e vocês vivem em paz e harmonia com seus vizinhos e fazem tortas uns para os outros. Em um dia chuvoso, a Internet cai e eles educadamente pedem permissão para usar o seu Wi-fi. Se você concordar com isso, ótimo, mas não dê a eles sua senha de rede principal. Melhor configurar uma sub-rede de convidado para eles. Dessa forma, você estará ajudando algumas pessoas boas, sem colocar seus próprios dispositivos em risco.

Sempre protegido

Agora que você transformou sua rede doméstica em uma fortaleza digital, é hora de pensar em segurança fora da zona doméstica. Se você cansar das suas próprias paredes e decidir ir trabalhar em um café ou biblioteca, lembre-se de proteger sua conexão à Internet para que ninguém roube nada importante de você. E use essa proteção sempre que se conectar a uma rede pública.