Informagno | Gestão em TI

Como otimizar a gestão de TI da minha empresa?

Novas tecnologias lançadas diariamente, complexidade nos sistemas, prazos apertados e pressão por resultados. Essas são algumas das características que comprovam como a gestão de TI é uma tarefa extremamente difícil.

Diante de tantos desafios, os líderes nos setores de tecnologia da informação precisam desenvolver boas estratégias de gestão, governança e coordenação de equipes. Pode até parecer complicado, mas fique tranquilo! Não existe nenhuma habilidade que você não possa aprender. A única variável em questão é o tempo de dedicação para atingir tais objetivos.

Neste artigo, vamos destacar 6 dicas que você deve colocar em prática para otimizar a gestão de TI da sua empresa. Continue a leitura e fique ligado!

Siga uma metodologia de trabalho

Metodologias no mundo da TI nascem a cada dia. São tantas que os gestores ficam até confusos sobre quais adotar e, assim, acabam tentando colocar várias em prática ao mesmo tempo. Não faça isso!

O ideal é escolher uma única metodologia, ou algumas poucas, que acompanhará o desenvolvimento de todo o projeto. Fique com essa metodologia do início ao fim para garantir a padronização das tarefas. Após o projeto, avalie se ela foi útil dentro do esperado e revise se é válido ou não continuar seguindo a mesma técnica nos projetos seguintes.

Entre exemplos de metodologias podemos citar as mais conhecidas da área de TI, como ITIL, PMBook e Cobit. Já entre as metodologias focadas em gestão podemos citar OKRs, Gestão à Vista e Balanced Scorecard (BSC).

Mantenha as expectativas dentro da realidade

É comum que clientes, e até mesmo diretores da sua empresa, não tenham conhecimento técnico adequado. Isso faz com que muitos deles criem expectativas fora da realidade. Às vezes, pensando que o projeto é muito fácil de ser executado; outras, esperando que o produto resolva problemas fora do escopo.

Por isso, é importante que o gestor de TI mantenha as expectativas sempre dentro da realidade. É preciso comunicar corretamente sobre as limitações do projeto, dos prazos para conclusão e sobre como as funcionalidades vão atender demandas reais.

Ajudar clientes e diretores a manter as expectativas corretas evita decepções e dores de cabeça ao fim do projeto. E essa é uma habilidade muito importante para todos que trabalham com gestão de TI.

Atualize-se sempre

O mundo da tecnologia é extremamente dinâmico. As novidades surgem a todo momento, e ferramentas disruptivas remodelam todo o mercado de TI. Para evitar ser surpreendido por algo assim, nunca deixe de manter-se atualizado.

Siga blogs, papers, jornais e revistas especializadas no seu ramo. Participe também de fóruns online, além de congressos e encontros presenciais, como Meetups. Manter-se antenado ao mercado vai permitir que você gerencie a TI da empresa com o que há de mais atual.

Adote métricas

Trabalhar com TI significa medir os esforços de um projeto e mensurar os resultados obtidos. Para isso, não poupe no uso de métricas e no estabelecimento de metas.

É importante que você saiba, por exemplo, quantas horas de desenvolvimento um projeto demandou, quantos funcionários participaram do trabalho e se o prazo foi cumprido corretamente. Com essas informações em mãos, o líder saberá o que precisa ser melhorado e quais são os pontos fortes da equipe.

Como consequente da adoção e acompanhamento de métricas, seu trabalho será otimizado e os resultados obtidos para a TI serão mais relevantes.

Seja flexível na gestão de TI

Gerenciar a área de tecnologia da informação não significa trabalhar apenas com equipamentos e softwares. Antes de tudo, o gestor lida com pessoas. Por isso, você deve entender a individualidade de cada funcionário.

É importante que o líder seja uma pessoa aberta, que colabore com o desempenho dos funcionários e ajude-os a superar limitações específicas. A flexibilidade no trato com cada um faz toda diferença para a produtividade global da equipe.

Saiba delegar e terceirizar quando necessário

Com a evolução da tecnologia, cada vez mais são exigidos conhecimentos em diferentes áreas. Isso se torna uma tarefa inviável para profissionais e empresas que desejam dominar todos os assuntos.

Por isso, a descentralização de algumas atividades se torna tão importante.

Um erro muito comum das empreas é tentar realizar atividades muito distantes do seu core business. Uma indústria de calçados deve ter o objetivo principal de produzir sapatos e não de desenvolver software. A não ser, é claro, que o software produzido tenha um diferencial muito grande no negócio da empresa.

Portanto, muitas vezes é preciso repensar o direcionamento da área de TI e delegar determinadas atividades para empresas especializadas. Entre as atividades que podem ser terceirizadas estão: NOC, Administração de Ambientes de TI e DataCenters, Service Desk, entre muitas outras.

 
Otimizar a gestão de TI da sua empresa vai requerer bastante trabalho e dedicação, mas tenha certeza: será muito importante para todos da equipe. Gostou deste artigo? Aproveite para nos seguir nas redes sociais ou deixa um comentário abaixo.