Alta disponibilidade para micro e pequenas empresas

Figura - Alta disponibilidade para micro e pequenas empresas

Alta disponibilidade ou redundância é a tecnologia capaz de identificar uma queda no seu servidor e mover de forma automática ou semi-automática suas aplicações e serviços para um segundo servidor, local ou em nuvem com tempo de downtime de poucos segundos no caso da movimentação automática, situação em que muitos casos os usuários nem percebem a queda.

Você já calculou em quanto tempo conseguiria colocar suas aplicações online novamente em caso de uma falha de hardware do seu servidor? Preparar o novo hardware, voltar o backup, corrigir os erros após a restauração, fazer testes com os usuários, estamos falando de horas de serviços para voltar a sua aplicação, situação que pode ainda piorar se o evento acontecer em um final de semana onde você pode estar fora da empresa, viajando e etc.

Por isso que as soluções de alta disponibilidade e redundância são tão importantes. Essas tecnologias até pouco tempo atrás era benefício somente de grandes empresas com poder financeiro para compra de servidores e storages de grandes marcas, com projetos mínimos de R$ 50.000 reais.

Porém hoje em dia está muito mais fácil e viável financeiramente você montar soluções de alta disponibilidade.
Por exemplo, para usar a função de Cluster (tecnologia de alta disponibilidade para servidores da Microsoft) era obrigatório você ter em seu ambiente o Active Directory. Com a versão 2016 do Windows Server esse item já não é mais obrigatório, fora isso, para criar o Cluster você pode usar o Hyper-v Server da Microsoft que é gratuito. Ou seja, você vai ter uma economia com Calls de acesso para o Active Directory + licença do Windows Server. Neste cenário você já economiza alguns mil reais.
Em um cenário com ambiente Linux, por exemplo, você consegue criar uma solução de alta disponibilidade com recursos Microsoft sem gastar nada com licença e ter as suas cargas Linux em alta disponibilidade.

O cenário acima usa ainda movimentação automática de cargas de trabalho em caso de falha, porém existem soluções menores para redundância como o Hyper-v Réplica que permite após um comando migrar cargas de trabalho entre servidores para casos de falha, esses servidores podem estar separados geograficamente oferecendo ainda uma opção de Disaster Recovery para a sua empresa, por exemplo.
Fora isso ainda pode ser feito projetos com espelhamento de dados usando tecnologias como o DFS-R da Microsoft, entre várias outras opções.

Essas são algumas alternativas para a sua empresa estar preparada em casos de falha de hardware ou desastres e se recuperar o mais rápido possível.
Lembrando que as soluções de alta disponibilidade e redundância não substituem o backup.

Fonte: TI Especialista