Informagno | Gestão em TI

5 soluções ergonômicas para seu local de trabalho

Uma ótima mesa pode não produzir um ótimo trabalho, mas um espaço de trabalho pouco confortável pode causar todos os tipos de problema – desde um resultado ruim a sérios problemas de saúde. Nesta publicação, discutimos os cinco principais problemas ergonômicos no local de trabalho e como você pode corrigi-los.

1. Melhorar os móveis

O uso de móveis desconfortáveis que não têm apoio para as costas e pescoço pode geralmente levar a uma postura inadequada, como curvar ou dobrar as pernas sob a cadeira, o que restringe o fluxo sanguíneo e aumenta a pressão na coluna, causando desconforto, inchaço e dor.

Se você começar seu dia de trabalho com as costas retas e bonitas e terminar como um camarão com escoliose, dê uma boa olhada em sua cadeira. Você pode precisar de uma com costas e altura ajustáveis. Se durante ou depois de sentar você tiver uma sensação de formigamento na parte inferior das costas, tente colocar um travesseiro atrás dela.

Se não houver espaço para suas pernas, exceto dobradas para baixo, seus cotovelos caem e o monitor está muito próximo, então você precisa de uma mesa mais alta e mais espaçosa. Use uma calculadora para encontrar a cadeira e a mesa certas para a sua altura.

Usar um laptop no sofá ou na cama altera a inclinação da cabeça e sobrecarrega os músculos do pescoço, causando dor e desconforto. Se você tiver a opção de usar uma configuração de trabalho fora do padrão, dê uma olhada nas estações de trabalho verticais, suportes para laptop e outras opções que podem se adequar melhor ao seu corpo.Muitas pessoas preferem trabalhar em pé

Muitas pessoas preferem trabalhar em pé

Não se apresse para comprar o equipamento mais brilhante que existe; o preço reflete a qualidade até certo ponto, mas gastar mais não garante que você obterá o que precisa. Compre e experimente diferentes modelos. Ouça seu corpo, não os vendedores.

2. Modernize seus equipamentos

Ao usar o teclado ou o mouse, seus antebraços ficam dormentes ou você tem espasmos no pulso? Esses podem ser os primeiros sintomas da síndrome do túnel do carpo, que pode causar neuropatia e outros problemas. Recomendamos consultar o seu médico, mas, ao mesmo tempo, observe as opções do teclado e do mouse que podem aliviar suas extremidades estressadas.

Um teclado muito alto ou muito baixo mantém os pulsos em uma posição não natural, e trabalhar em um teclado reto normal pode causar inchaço e cansaço nos músculos das mãos. Teclados ergonômicos podem parecer estranhos, com suas curvas e teclas de proporções diferentes, mas colocam menos pressão nas mãos e nos pulsos, tornando-os mais fáceis de digitar.

Além disso, se o seu mouse tiver o formato incorreto para você, ou se tiver botões que exijam muita força para serem pressionados, procure um projetado para ergonomia. Por exemplo, um mouse vertical (segurado lateralmente em vez de por cima) pode parecer estranho no início, mas também reduzirá o estresse no pulso e no antebraço.Mouse vertical reduz a tensão nos pulsos e antebraços

Mouse vertical reduz a tensão nos pulsos e antebraços

Com laptops, as coisas são mais complicadas. É fácil trocar um mouse por outro, mas trocar o teclado integrado de um laptop pode ser problemático. Uma opção é colocar o dispositivo em uma superfície diferente, certificando-se de posicioná-lo da melhor forma para seus pulsos, não forçando-os a se flexionar ou pendurar.

Falando em laptops, não o trate como seu animal de estimação e o coloque em seu colo, que pode ser prejudicial para o aparelho (bloquear uma saída de ar, por exemplo), e claro, para você.

Finalmente, considere suas telas. Determine o ângulo em que você olha para a tela ou telas. Muito alto irá forçar seus olhos; muito baixo e você vai acabar curvado e machucando o pescoço e as costas. Se você estiver se esforçando para frente, pode precisar de um display maior.

Preste atenção em como seus olhos se sentem ao longo do dia de trabalho. Se olhar para a tela for desconfortável, tente alterar o brilho.

3. Ajuste a luminosidade

Se você sofre de dores de cabeça e cansaço visual durante ou após o trabalho, a iluminação inadequada, insuficiente ou excessiva pode ser a culpada. Idealmente, a luz deve ser distribuída uniformemente por toda a sala, não, por exemplo, apenas em torno de um abajur de mesa quando escurece.

Escolha lâmpadas com a mesma temperatura de cor (tons diferentes na mesma sala podem irritar os olhos e causar dores de cabeça) e lembre-se de substituir as lâmpadas regularmente. Luz fria – ou seja, luz com temperatura de cor acima de 5300 Kelvin – é mais adequada para ambientes de trabalho; tons quentes são relaxantes e tons frios podem melhorar a concentração.

Lembre-se de que nem todos os níveis de Kelvin e lúmen são iguais. Duas lâmpadas com a mesma temperatura de cor e brilho podem brilhar de forma muito diferente. Isso porque, além das características simples e compreensíveis que os fabricantes imprimem nas caixas, as qualidades espectrais dos LEDs e os efeitos estroboscópicos podem ser um pouco mais confusos. Em muitos casos, as lâmpadas baratas emitem uma luz fortemente bruxuleante com uma tonalidade nitidamente amarelada, azulada ou esverdeada. Essa luz irrita algumas pessoas, de maneira perceptível ou inconscientemente. Aconselhamos a leitura online sobre os testes de lâmpadas e, em seguida, a tentativa de diferentes opções para você.Acertar a iluminação é uma das maneiras mais eficazes de criar um ambiente confortável

Acertar a iluminação é uma das maneiras mais eficazes de criar um ambiente confortável

A luz natural é importante para uma visão saudável, por isso é melhor configurar sua estação de trabalho perto de uma janela, se possível. Dito isso, tente evitar que o sol brilhe diretamente no seu visor; o brilho da tela pode ser irritante e afetar a concentração. Você obterá melhores resultados com uma janela aberta ao seu lado – e fechando as persianas ou cortinas conforme necessário.

4. Acalme o meio ambiente

Ruídos invasivos, odores externos, uma temperatura desconfortável e baixa umidade podem afetar o humor, a concentração, a produtividade e o bem-estar geral.

Se você se cansa rapidamente e se sente desconfortável em geral, pense nas condições em que trabalha. Ventile a sala para reduzir o nível de CO e nivelar o nível de umidade (um umidificador ou desumidificador também pode ajudar), um bom ar condicionado ajuda a evitar problemas respiratórios, dores de cabeça e vias nasais secas. Diminua ruídos com fones de ouvido com cancelamento de ruído e outros truques.

Já é difícil o suficiente se concentrar por oito horas por dia, mesmo sem bagunça, portanto, organize seu espaço de trabalho: pilhas de papel, canecas sujas e outras coisas desnecessárias só são distração.

5. Aumente a mobilidade

Não importa o quão ergonômico seja seu local de trabalho, você ainda precisa se movimentar e esticar seus membros. Experimente uma combinação ou sequência de posições: sentar em uma cadeira diferente, deitar (se você usar um laptop) e ficar de pé (se sua mesa permitir).

A Internet está cheia de exercícios úteis que levam menos de cinco minutos, mas ajudam a soltar um corpo rígido. Entediado com as curvas e agachamentos habituais? Experimente ioga projetada para trabalhadores de escritório ou pausas.

Conclusão

Se você está enfrentando problemas de saúde, uma estação de trabalho mal organizada pode ser apenas parcialmente culpada. Para dores que não passam, procure um médico. E se você se sentir bem no trabalho, não há necessidade de se alargar em equipamentos extravagantes – seu espaço já é ergonômico.